#SPlovers – Conhecendo o Instituto Moreira Salles

Oi galera, tudo bom com vocês?

Quem é antenado na vida cultural paulistana está sabendo que a Avenida Paulista vêm ganhando cada vez mais opções culturais né? Depois de Casa das Rosas e Japan House, agora chegou a vez do Instituto Moreira Salles. E se você é doido por fotografias, você precisa conhecer!

Para quem não sabe, o Instituto Moreira Salles é o templo da fotografia e a unidade de São Paulo é a terceira, já havia uma no Rio de Janeiro e em Poços de Caldas. Desenhado pelo escritório de arquitetura Andrade Morettin, o novo centro cultural conta com 7 andares para amplos espaços expositivos, um cinema/auditório, além de uma biblioteca de referência em Fotografia, salas de aula, espaços para cursos workshops, restaurante. Fala sério, é um sonho não?!

Além do acervo que conta com fotografias, lindíssimas, o IMS está com exposições incríveis nessa estréia arrasadora. A primeira exposição é ROBERT FRANK: OS AMERICANOS + OS LIVROS E OS FILMES

20170930_165040

Pela primeira vez no Brasil, essa exposição traz a série Os americanos de Robert Frank, um dos principais nomes da fotografia. Os americanos é o resultado da jornada de Frank pelos Estados Unidos, em que percorreu quase todos os estados. Fruto de uma bolsa da Guggenheim Fellowship, a viagem de Frank em um velho carro usado durou cerca de nove meses, entre 1955 e 1957, e originou mais de 28 mil fotografias, que se tornaram verdadeiros retratos de uma América multifacetada. A coleção, com 83 fotografias em cópias da década de 1980, pertence à coleção da Maison Européenne de la Photographie, de Paris, e é uma das poucas séries completas da obra de Frank.

20170930_165250

Além de fotografias lindíssimas, o IMS preparou vídeos e instalações super criativas para o visitante mergulhar de cabeça no universo de Frank.

20170930_172823

Outra atividade que está por lá e que é incrível é THE CLOCK, DE CHRISTIAN MARCLAY. Uma videoinstalação com 24 horas de duração, composta por milhares de cenas de cinema e tevê que fazem referência ao horário do dia. A obra recebeu o Leão de Ouro na 54ª Bienal de Veneza, em 2011, e desde então tem levado milhares de visitantes a dezenas de museus ao redor do mundo.  Durante o período de exibição no IMS Paulista, The Clock terá nove apresentações de 24 horas, sempre de sábado para domingo, permitindo ao público experimentar a obra na íntegra. Nessas ocasiões o centro cultural ficará aberto durante as madrugadas, pois a obra será projetada ininterruptamente, das 10h do sábado às 20h do domingo. Incrível né? Fiquei encantada com o projeto e a sala é super aconchegante, dá para ficar horas vendo a geniosidade de Marclay.

Então se você está por São Paulo e tá procurando um passeio diferente, dá uma passadinha no Instituto Moreira Salles. Tenho certeza que sairá de lá encantado!

O IMS fica na Avenida Paulista, 2424, pertinho do metrô Consolação. Horário de visitação: de terça a domingo e feriados, das 10h às 20h; quintas, das 10h às 22h. Mais informações AQUI.

Anúncios

Sobre Jéssica Trindade E Marques

Jéssica Trindade E Marques, 23 anos, Paulista. Estudante de Letras pela Universidade de São Paulo, apaixonada por moda, beleza, cultura, gastronomia, e claro....livros!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para #SPlovers – Conhecendo o Instituto Moreira Salles

  1. Vanessa Lima disse:

    Esse eu não conhecia e agora quero conhecer! Na mesma avenida tem o Itaú Cultural que é muito legal! Eu já fui e recomendo. Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s