A procura do ruivo perfeito – tudo que você PRECISA saber antes de se aventurar

Olá meninas, tudo bem?

Quem ai não é apaixonado por cabelos ruivos? Desde os tons mais laranjinhas aos mais avermelhados, o ruivo vêm sendo uma das cores mais pedidas nos últimos anos. Por conta das diversas tonalidades que têm, muita gente passa anos e anos procurando o ruivo dos sonhos e mesmo depois de conseguir ainda precisa ter muitos cuidados para manter o tom.

Pensando nisso, hoje eu trouxe uma expert em ruivos para contar para vocês todos aqueles segredinhos. A Ingrid é uma das minhas melhores amigas e com toda a certeza uma das pessoas mais cuidadosas com cabelos que eu já conheci. Sabe aquela pessoa que sempre está com o cabelo brilhoso e com o tom perfeito independente de sol, chuva, praia ou cidade? Pois é, esta é a Ingrid. E como sei que muitas meninas sonham em atingir o tom perfeito, convidei a Ingrid contar TUDO sobre cabelos ruivos.

Entendendo a colorimetria capilar

O primeiro passo para pintar os cabelos, seja de ruivo ou de qualquer outra cor, é entender um pouco sobre colorimetria capilar.

A colorimetria determina e especifica as cores analisando sua matiz, saturação e intensidade. Isso é essencial quando vamos escolher as tintas para pintar o cabelo e elas são representadas pela numeração da tinta.

Existem os tons base das tintas que são marcados pelo primeiro número da coloração: quanto maior o número, mais clara a tinta. Ou seja,  definem quão clara ou escura será a cor.
Depois temos os tons de reflexo, que são o segundo número, normalmente definem a cor em si.
E há os tons de nuance que são um terceiro número que definem um subtom do reflexo, mas nem toda tinta tem.

O cabelo ruivo desbota mais que outras tonalidades devido a sua partícula de pigmento que é maior que as de outras coloração demorando mais para penetrar nos fios.  Este tom muda muito conforme a luz, podendo parecer louro em luzes frias, castanho em ambiente fracamente iluminados e laranja vivo na luz do sol.


Se seu cabelo é virgem, prefira antes passar  a tinta no comprimento e pontas a dois dedos da raiz , espere metade do tempo e então aplique o restante na raiz que por ser uma área mais quente, abre o tom mais rápido (essa técnica evitará que manche).
Se você vai retocar, passe da raiz até as pontas uniformemente e espere o tempo da tinta agir.

Os tons de ruivo

Ruivo Claro (Louro Morango)

1467991477873É a tonalidade mais clara e a mais difícil de conseguir em cabelos escuros, devido a necessidade de uma leve descoloração para abrir a base para um tom claro próximo ao ruivo desejado, o que se trata de um processo mais agressivo do que somente coloração.

Para alcançar esse tom se usa tintas:

9.34 (9 – louro muito claro; 3 – reflexo dourado; 4 – nuance cobre)

9.43 (9 – louro muito claro; 4 – reflexo cobre; 3 – nuance dourada)

9.4 (9 – louro muito claro; 4 – reflexo cobre)

8.34 (8 – louro claro; 3 – reflexo dourado; 4 – nuance cobre)
8.43 (8 – louro claro; 4 – reflexo cobre; 3 – nuance dourada)
8.4 (8 – louro claro; reflexo cobre)

Sendo necessário o uso de um Oxidante volume 30 para a maioria dos tons de cabelo: dos louros até os castanhos médios. E Oxidante 40 ou uma leve descoloração prévia em cabelos castanhos escuros até os pretos.

* Oxidante é a água oxigenada, sendo necessária para a liberação e a fixação do pigmento da tinta no fio com a quantidade usada dependendo da marca da tinta.
* Existem marcas que possuem numeração própria, como a Igora que usa o número 7 para o cobre ao invés do número 4.

Ruivos Médios: Dourado, Acobreado e Avermelhado

1467991151434

Para alcançar esse tom de ruivo não é preciso descolorir o cabelo. É o tom mais comum, sendo a base na altura de um louro médio a um louro escuro e a variedade mesmo se encontra nas nuances das tintas. O oxidante recomendado é o de 20 volumes.

Dourado: terá como principal reflexo o pigmento dourado e como nuance o cobre. As numerações usadas serão:
7.34 (7 – louro médio; 3 – dourado; 4 – nuance cobre)
7.43 (7 – louro médio; 4 – reflexo cobre; 3 – nuance dourada)

Acobreado: terá reflexo e cor cobre intenso. As numerações usadas serão:
7.44 (7 – louro médio; 4 – reflexo cobre; 4 – nuance cobre)
7.4 (7 – louro médio; 4 – reflexo cobre)

Avermelhado: terá um cobre com um fundo mais quente de vermelho. As numerações usadas serão:
7.46 (7 – louro médio; 4 – reflexo cobre; 6 – nuance vermelha)
7.64 (7 – louro médio; 6 – reflexo vermelho; 4 – nuance cobre)


Ruivos Escuros ( Castanho Acobreado)

1467991305909

São os tons mais fechados, onde o cobre aparece mais sob forte iluminação enquanto que o fundo se aproxima do castanho claro. Assim como no ruivo médio, será usado oxidante 20 volumes.  

As numerações usadas são:
6.34 (6 – louro escuro; 3 – reflexo dourado; 4 – nuance cobre)
6.43 (6 – louro escuro; 4 – reflexo cobre; 3 – nuance dourada)
6.44 (6 – louro escuro; 4 – reflexo cobre; 4 – nuance cobre)
6.46 (6 – louro escuro; 4 – reflexo cobre; 6 – nuance vermelha)
5.4 (5 – castanho claro; 4 – reflexo cobre)

Minha busca pelo ruivo perfeito

O tom de ruivo próximo ao natural dificilmente será alcançado só com uma tinta, então é comum misturar diferentes tintas para se alcançar o tom desejado! É importante ressaltar que não é saudável misturar tons de tintas de marcas diferentes, dê prioridade a usar diferentes tons da mesma marca, pois há diferentes pigmentos dependendo da marca, e usando a mesma você garante que sejam compatíveis.

Não tive grandes mudanças nos meus cuidados com meus cabelos após tingir, mudei para um shampoo e um condicionador específico para cabelos coloridos e a cada 15 dias eu faço uma hidratação, ou uma nutrição.  A cada 2 meses eu reconstruo o cabelo com queratina líquida. O meu truque para a cor não desbotar e não ficar com o cabelo oleoso é que 3 vezes na semana eu lavo com shampoo e condicionador como já sabemos, mas intercalando essas lavagens eu apenas molho o cabelo no banho e aplico uma máscara hidratante massageando pelo couro cabeludo e no restante do cabelo, assim retiro a oleosidade sem fazer uma limpeza mais agressiva que prejudicaria a pigmentação dos fios!

IMG-20160712-WA0032~2Meu cabelo natural é castanho claro e não precisei descolorir para ficar ruiva de primeira. Minha primeira coloração foi a 7.4 da Majirel com oxidante 20 volumes da L’oreal. E ficou assim:

IMG-20160712-WA0031

Logo depois eu desejei um tom mais avermelhado, então usei um tubo de 7.4 + 1/3 do tubo de 6.46 da Majirel com oxidante de 20 volumes, e ficou assim:

 IMG-20160712-WA0030

Então eu quis arriscar um tom mais natural, e consegui um bem próximo do cabelo da Marina Ruy Barbosa, com a mistura de um tubo de 7.35 + 1/2 tubo de 7.4 da Majirel com oxidante de 20 volumes.

IMG-20160712-WA0029~2
Depois de um bom tempo com o ruivo dourado, decidi escurecer para algo mais próximo do meu tom natural a fim de que a raiz não ficasse tão gritante quando começasse a crescer. Então após pesquisar muito, cheguei na mistura que uso que é um tubo de 6.34 + 1/2 tubo de 7.4 da Majirel com oxidante de 20 volumes, e estou bem feliz com meu cabelo!

IMG-20160712-WA0033~2

Espero que tenham gostado do post e que ajudem todas que desejam se aventurar nesse tom maravilhoso! 😉

 

Anúncios

Sobre Jéssica Trindade E Marques

Jéssica Trindade E Marques, 23 anos, Paulista. Estudante de Letras pela Universidade de São Paulo, apaixonada por moda, beleza, cultura, gastronomia, e claro....livros!
Esse post foi publicado em Beleza. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s